FANDOM


Capitão Koby é um capitão da Marinha que treinou junto com Helmeppo sob a supervisão do Vice Almirante Garp.

Antigamente foi um grumete dos Piratas da Alvida até ser libertado por Luffy, e foi a primeira pessoa com quem Luffy fez amizade em suas viagens.

Aparência

Na sua primeira aparição, Koby era um rapaz tímido, baixinho, pequeno, fraco, com óculos redondos e grandes, e de cabelo rosa.

Devido à passagem do tempo e ao treinamento de Garp, Koby ficou mais magro e mais alto, ficando perto de Luffy em altura. Ele também ganhou uma cicatriz em forma de cruz acima do olho direito, supostamente ganhada sob a tutela pesada de Garp. Seu cabelo ficou mais longo e mais grosso desde o surto de crescimento, mas manteve a cor rosa.

Koby usa uma jaqueta, calça e lenço de pescoço da Marinha, assim como uma bandana com estampas brilhantes amarrada na testa. Os óculos de Koby ainda estão presentes, mas ele adotou o hábito de usá-los na testa, ocasionalmente usando-os para ler.

Após o timeskip, Koby ficou ainda mais alto, alcançando os ombros de Garp, e agora parece mais velho que Luffy. Agora ele usa um cachecol, um casaco da Marinha de oficiais sênior com a palavra "justiça", um mérito em sua jaqueta e uma nova bandana. A cicatriz na testa também cresceu mais.

Galeria

Koby Before Training
Koby antes do treinamento de Garp.
Koby Chore Boy
Koby como um [/Hierarquias da Marinha|chore boy]].
Goal Keeper Koby
Koby Pirate Warriors 3

Personalidade

Koby foi introduzido pela primeira vez como o menino chorão e infeliz dos Piratas da Alvida, que vivia com medo da tripulação e da capitã do navio. Depois de dois anos de escravidão forçada, Koby perdeu a sua esperança de escapar e cumprir o sonho de se tornar um membro da Marinha, deixando-o com alguns outros objetivos, como evitar ser espancado até a morte por Alvida. Luffy estava menos impressionado com a covardia de Koby, descrevendo-o como "muito estúpido e inútil ... e meio fracote também." No entanto, o otimismo sem limites de Luffy e a obstinada busca do seu sonho reacendeu uma convicção similar no grumete oprimido, o que lhe permite desafiar seus captores, mesmo sob a ameaça de uma morte brutal pela clava de Alvida.

Como o par continuou em suas viagens, Koby permaneceu tímido e cauteloso, muitas vezes contando com Luffy para executar tarefas perigosas e tornando-se alarmado com seus companheiros de comportamento imprudente.

Ele também mostrou-se perspicaz, observando que era "estranho" para os cidadãos da Cidade das Conchas ter medo de um Capitão da Marinha e dizendo a Luffy que ele tinha "um mau pressentimento sobre isso". A crença ingênua de Koby na integridade da Marinha foi frustrada quando ele testemunhou as ações do Capitão Morgan, o "Mão de Machado" e o seu filho Helmeppo, mas isso só reforçou a sua vontade de tornar-se, em suas palavras, "Um Verdadeiro Marinheiro."

Sob a instrução do lendário marinheiro Garp, a timidez de Koby foi substituída por confiança, embora ele permanece-se educado, discreto, e continua a pedir desculpas se ele sente que fez ou deseja algo muito ambicioso (como se tornar um Almirante da Marinha). Ele continua a ser uma pessoa emotiva, compassivo que pode ser facilmente levado às lágrimas por uma variedade de razões, é muitas vezes referido como um "bebê chorão", como Zoro o fez durante a sua reunião em Water 7

Koby não age com a bravura imprudente que muitos personagens da série exibem, mas sim na compunção moral. Ele colocou sua vida em risco pelo menos duas vezes para o que ele sente estar certo, mais notavelmente na Batalha de Marineford, onde ele levou uma luta paralisada ao enfrentar o Almirante Akainu e comprou os preciosos segundos necessários para Luffy fugir.

Por tudo que ele fez e é capaz de fazer, Koby é bastante humilde, pois negou a afirmação de Kyros de ele ser um herói durante o Incidente de Rocky Port e não reivindicou o crédito por parar um torpedo que visava os navios do Reino de Dressrosa e Prodence.

Relacionamentos

Fuzileiros Navais

Monkey D. Garp

Garp é o mentor/instrutor de Koby e Helmeppo; ele os mantém longe de problemas e garante que eles não estão relaxando. Se eles saírem do controle, ele os derruba para garantir que eles saibam o lugar deles. Koby admira Garp, embora ele mantenha uma embreagem altamente brutal sobre ele, porque ele não estaria onde está sem ele. Garp ficou horrorizado quando Koby gritou para impedir o massacre em Marineford durante a Guerra do Barba Branca.

Helmeppo

Depois que seu pai foi expulso dos fuzileiros navais, Helmeppo perdeu o acesso à vida luxuosa que ele tinha uma vez sob o posto de seu pai. Ele foi forçado a se tornar um garoto de tarefas ao lado de Koby, e apesar das tentativas bem-humoradas de Koby de fazer amizade com ele, ele recusou qualquer coisa. Depois de ser sequestrado pelo próprio pai e mantido refém, Helmeppo deserdou seu pai e começou a mudar, tornando-se mais corajoso e menos mimado. Eventualmente, Koby e Helmeppo se tornam bons amigos. Agora eles estão trabalhando juntos. Além disso, Helmeppo parece cuidar de Koby, e ele correu para ajudá-lo depois de ser derrotado por Luffy.

Sakazuki

Koby parecia ter um grande medo do Almirante da Frota Sakazuki. Ele e Helmeppo ficaram aterrorizados ao testemunhar Sakazuki executando um companheiro da marinha por abandonar seu posto. Além disso, após o discurso de Koby, Sakazuki tentou matá-lo, o que levou Koby a temê-lo ainda mais. Este incidente não afetou a posição de Koby nos fuzileiros navais desde que ele foi promovido ao posto de capitão depois que Akainu se tornou o almirante da frota.

Piratas do Chapéu de Palha

Monkey D. Luffy

Koby foi uma das primeiras pessoas que Luffy conheceu em sua jornada. Ele viajou brevemente com Luffy, agindo como um navegador temporário depois que Luffy o ajudou a escapar de sua servidão a Alvida. Mais tarde, ele se juntou aos fuzileiros navais após o incidente com o capitão Morgan. Os dois também se encontraram em Water 7. Embora eles estejam agora em lados opostos e inevitavelmente terão que lutar, Koby e Luffy ainda se consideram amigos, já que Luffy ajudou Koby a reunir coragem para se tornar um fuzileiro naval.

Ambos estavam felizes de se verem novamente em Water 7, embora ele tenha ficado surpreso ao saber do pai de Luffy. No entanto, durante a Batalha de Marineford, Koby escolheu lutar contra Luffy apenas para ser rapidamente derrotado por um soco no rosto. Apesar disso, isso não prejudicou a amizade deles, já que Koby ainda admira a força de Luffy.

Roronoa Zoro

Koby também conheceu Zoro enquanto ele estava preso na base da Marinha do Capitão Morgan. No começo, Koby estava com medo da má reputação de Zoro. No entanto, depois de descobrir que Zoro tinha uma personalidade gentil, Koby começou a admirá-lo. Ambos estavam contentes de se verem novamente em Water 7. No entanto, Zoro reconheceu que Koby era melhor amigo de Luffy do que dele mesmo.

Inimigos

Piratas da Alvida

Koby foi forçado a servir como um garoto da Alvida e sua tripulação por dois anos depois que ele acidentalmente embarcou em seu navio. Por causa de sua covardia, ele faria o que lhe fosse ordenado sem questionar. Ele foi muitas vezes ridicularizado pelos piratas da tripulação da Alvida. Alvida perguntava frequentemente a Koby quem era a mulher mais bonita do mundo e, se ele não respondesse que ela era, ele seria punido. Quando Luffy apareceu, ele explicou a Koby que ele estava disposto a morrer por seu sonho. Depois que Koby percebeu que ele também deveria estar disposto a morrer por seu sonho, ele encontrou a coragem de desafiar abertamente Alvida e expressar seus verdadeiros sentimentos em relação a ela. Isso irritou Alvida, e ela estava prestes a matar Koby, mas Luffy entrou em cena e rapidamente a derrotou.

Habilidades e Poderes

Em sua primeira aparição, Koby não tinha nenhuma habilidade de luta. De acordo com Alvida, a única razão pela qual ela o manteve por perto foi porque ele era bom em navegação. Ele ganhou algumas habilidades de luta quando treinou ao lado de Helmeppo sob o Vice Almirante Monkey D. Garp.

Após dois anos, ele alcançou o posto de Capitão. Como capitão dos fuzileiros navais, ele comanda os fuzileiros navais de baixo escalão e é o encarregado de seu próprio navio.

Ele tem algum conhecimento de esgrima, como ele foi visto praticando com Helmeppo e Bogard.

Habilidades Físicas

Devido ao seu regime de treinamento duro sob Garp, bem como treinamento adicional após dois anos, Koby possui imensa força física e velocidade. Ele mostrou ser um excelente nadador. Ele pode se mover incrivelmente rápido mesmo quando está submerso, quando ele alcança um torpedo em segundos. Com sua força, ele foi capaz de redirecionar o grande torpedo debaixo d'água com as mãos nuas.

Koby's New Strength

Koby quebra um enorme disco de metal com um único soco.

No Episódio de Luffy, ele quebrou um gigantesco disco de metal com um único soco e executou as técnicas de Rokushiki com grande facilidade.

Haki

Kenbunshoku Haki

Durante a Batalha de Marineford, Koby despertou uma habilidade conhecida como Kenbunshoku Haki. Koby foi mostrado curvado e chorando intensamente no campo de batalha, dizendo que as vozes em sua cabeça estavam desaparecendo, uma a uma, quando os combatentes à sua volta foram mortos, muito parecido com o que [[Aisa] sentiu durante o Arco Skypiea.

Após o timeskip, Koby desenvolveu seu Kenbunshoku Haki a ponto de estar em um nível muito avançado. Ele foi capaz de notar um torpedo indo em direção ao navio Dressrosa - Reino Prodence embaixo d'água de seu próprio navio, o que chocou Helmeppo, já que ele não notou o torpedo apesar de ter Kenbunshoku Haki também. Além disso, Koby também conseguiu sentir a grande força de Kyros mesmo que ele acabasse de conhecê-lo.

Rokushiki

Outras informações: Rokushiki

Desde seu treinamento com Garp, Koby se tornou forte o suficiente para usar pelo menos uma das técnicas Rokushiki, Soru. Ele usou Soru contra Luffy duas vezes: uma vez em Water 7 e uma vez na Batalha de Marineford, embora a técnica não o tenha ajudado nem a vencer nem a lutar.

Em One Piece: Gigant Battle! 2 New World ele também é capaz de usar as técnicas Geppo e Rankyaku.

Após o timeskip, Koby dominou suas técnicas de Rokushiki. No Episódio de Luffy, ele mostra ser capaz de usar uma técnica similar a Rankyaku, mas é feito com os braços.

História

Passado

Koby Getting on Wrong Boat

Koby pegando o barco errado.

Pelo menos dois anos atrás, Koby tinha a intenção de embarcar em um navio para uma viagem de pesca um dia, mas ele entrou no navio errado e acabou com os Piratas da Alvida. Para se manter vivo, Koby colocou-se em servidão à tripulação. Ele abrigou sonhos de fugir e se tornar um fuzileiro naval, e trabalhou na construção de um barco de fuga por dois anos.

Saga East Blue

Arco Romance Dawn

Koby estava a bordo de Miss Love Duck, enquanto Alvida batia em torno de seus membros da tripulação por deixar o navio sujo. Ela o chutou bem antes de dizer a ele para ir limpar o banheiro. Koby descobriu um barril que havia desembarcado na Ilha Goat e rolou para um depósito, pensando que estava cheio de saquê. Seus colegas de tripulação se prepararam para começar a beber quando Monkey D. Luffy de repente explodiu para fora do barril. Alvida ouviu a comoção e jogou sua maça no armazém, e Koby perseguiu Luffy como ele foi enviado caindo pelo impacto.

Luffy pediu a Koby um barco e Koby apresentou-o com seu barco, dizendo que ele não tinha coragem de escapar. Luffy não ficou impressionado com Koby, dizendo-lhe sobre seu sonho de se tornar o Rei dos Piratas e sua falta de medo de morrer em sua busca. Koby ficou muito impressionado com a determinação de Luffy e começou a falar sobre seu próprio sonho, mas Alvida de repente entrou e quebrou seu barco com sua maça. Pensando que Koby havia contratado Luffy para capturá-la, Alvida deu a ele uma última chance de dizer que ela era linda, só para Luffy insultá-la de improviso. Quando ele se lembrou da determinação de Luffy, Koby jogou fora seu medo da morte e insultou Alvida também. Ele ficou firme enquanto a Alvida enfurecida se preparava para matá-lo, mas de repente Luffy pulou na frente de Koby enquanto pegava a maça de Alvida sem ser machucado e a derrotou com um único soco. Luffy então disse aos Piratas da Alvida que ele e Koby querem um barco, ao qual eles obedeceram.

Quando eles partiram para o mar, Koby estava preocupado com o que o destino de Luffy na Grand Line seria, e Luffy disse que iria recrutar uma tripulação forte começando com o caçador de recompensas Roronoa Zoro. Isso chocou Koby, que acreditava que Zoro era um criminoso sanguinário. A dupla chegou à base da Marinha, onde Zoro estava sendo mantido prisioneiro, e preparou-se para se separar depois de comer em um restaurante. Os outros clientes recuaram em choque quando Luffy mencionou Zoro, mas para surpresa de Koby eles também recuaram depois que ele mencionou Morgan, o capitão da base da Marinha. Os dois então foram para a base da Marinha e procuraram por Zoro, e Koby ficou com medo ao encontrá-lo. Quando Zoro pediu para Luffy libertá-lo, Koby desencorajou Luffy por medo de sua segurança, mas Luffy o ignorou. No entanto, uma menina chamada Rika de repente subiu ao lado de Koby e Luffy, e os dois assistiram enquanto ela tentava alimentar Zoro com algumas bolinhas de arroz, apenas para ser pega pelo filho de Morgan, Helmeppo e ser jogada fora. Koby tendeu a Rika enquanto Luffy foi para Zoro, e depois que Luffy voltou, eles foram para a vila e Rika contou a eles sobre como Zoro foi injustamente preso por Helmeppo e Morgan.

Helmeppo então entrou na vila, mencionando a Luffy como ele planejava executar Zoro em três dias, apesar de dar a Zoro a chance de liberdade, e Koby assistiu como Luffy o socou por desonestamente aprisionar Zoro. Koby impediu Luffy de atacar Helmeppo ainda mais, e ficou preocupado quando Helmeppo foi embora e prometeu vingança. Luffy foi recrutar Zoro, e pouco depois, Koby foi libertar Zoro porque ele queria manter a justiça como um fuzileiro naval. Ele foi baleado no ombro por um fuzileiro naval, mas decidiu ficar e continuar libertando Zoro. Koby revelou o engano de Helmeppo para Zoro e disse que Luffy tinha atacado Helmeppo por causa disso. De repente, os dois foram cercados por fuzileiros navais.

Os fuzileiros atiraram em Koby e Zoro, mas de repente eles foram protegidos por Luffy, cujo corpo de borracha atirou as balas de volta, e Koby desmaiou depois de ver isso. Ele veio logo depois, só para ver os fuzileiros atacando-os com espadas. No entanto, Luffy libertou Zoro e os dois piratas levaram os fuzileiros navais. Como Luffy lutou contra Morgan, Koby pediu para ele derrotar os fuzileiros navais, e ficou chocado quando Morgan cortou uma cerca inteira em dois com a mão do machado. Koby assistiu como Luffy subjugou Morgan, mas ele foi mantido sob a mira de uma arma por Helmeppo em uma tentativa de parar Luffy. Koby disse que não tinha medo da morte, e assistiu enquanto Luffy socava Helmeppo enquanto Zoro derrubava Morgan. Para surpresa de Koby, os fuzileiros celebraram a derrota de seu capitão.

Luffy vs. Koby

Luffy ataca Koby.

Koby, Luffy e Zoro então foram ao restaurante da mãe de Rika, e Koby refletiu que Luffy e Zoro foram os primeiros amigos que ele fez. Os fuzileiros então entraram e pediram a Luffy e Zoro para deixar a ilha, já que eram piratas, e perguntaram se Koby estava com eles. Koby negou, mas Luffy começou a contar aos fuzileiros sobre seu passado com Alvida. Isso fez Koby dar um soco em Luffy e os dois para entrar em uma briga, mas quando eles foram divididos, Koby sabia que Luffy fez isso para distanciar os dois e permitir que ele se juntasse aos fuzileiros navais. Ele então pediu para se juntar aos fuzileiros navais, e embora eles estivessem cientes do seu passado, eles concordaram com o seu pedido. Enquanto Luffy e Zoro se preparavam para partir, Koby veio e saudou-os em agradecimento, e para sua surpresa ele foi acompanhado pelo resto dos fuzileiros enquanto eles agradeciam a Luffy e Zoro por suas ações.

Diário de Koby-Meppo

Depois de se juntar aos fuzileiros navais, Koby e Helmeppo começaram na Marinha como Grumete na 153ª Filial em Shells Town. Mais tarde, os dois foram encarregados da tarefa de um navio que transferia o prisioneiro Morgan. Como o vice almirante Garp estava levando Morgan sob sua custódia, Morgan pegou Garp desprevenido e o cortou antes de tomar Helmeppo como refém. Morgan fugiu em um pequeno bote com seu refém e os fuzileiros navais se prepararam para atirar no pequeno navio. No entanto, Koby, não querendo deixá-los matar seu amigo, assustou-os com uma arma. Bogard cortou as armas de Koby em pedaços, mas Garp entrou em cena antes que os dois pudessem continuar lutando. Embora Morgan tenha escapado, a bravura demonstrada pelos dois atraiu a atenção de Garp, que assumiu os dois como pupilos. Koby e Helmeppo acompanharam o vice-almirante a Marineford para treinar sob ele.

Saga Water 7

Arco Pós-Enies Lobby

Luffy and Zoro Defeat Koby and Helmeppo

Koby e Helmeppo são facilmente derrotados por Luffy e Zoro.

Koby foi para Water 7 ao lado de Helmeppo quando Garp fez uma visita a Luffy. Por ordem do vice-almirante, Helmeppo atacou Zoro enquanto Koby atacou Luffy. Tanto ele como Helmeppo foram facilmente derrotados depois de uma breve escaramuça. Koby admitiu alegremente a derrota e se reintroduziu em Luffy e Zoro, perguntando se eles se lembravam dele. Embora o capitão do Chapéu de Palha inicialmente tenha tido dificuldade em reconhecer Koby devido ao seu surto de crescimento, o trio foi felizmente reunido. Koby, como a tripulação do Chapéu de Palha e o resto dos homens de Garp, ficou chocado quando o vice-almirante revelou que o revolucionário Dragon é seu filho e o pai de Luffy.

Depois de algum tempo, Zoro voltou para dentro com os outros Chapéus de Palha, deixando Luffy, Koby e Helmeppo para se sentar do lado de fora e relembrar seu primeiro encontro e a jornada do jovem marinheiro até a Grand Line. Luffy insistiu que os dois fuzileiros entram e compartilham uma refeição com sua tripulação, mas Koby recusou o convite, dizendo que ele e Luffy eram membros de facções opostas e que eles não deveriam ser muito amigáveis um com o outro. Antes de sair, Koby perguntou a Luffy o que ele sabia sobre a segunda metade da Grand Line, que os fuzileiros navais e piratas chamam de "o Novo Mundo". Ele pediu para encontrar o capitão do Chapéu de Palha novamente naquele mar, prometendo ser forte o suficiente para lutar e capturá-lo.

Ele ficou tão irritado que acidentalmente deixou escapar seu sonho de se tornar um Almirante, antes de desabar de vergonha. Luffy aceitou a proclamação ambiciosa de Koby como uma certeza, dizendo que se o fuzileiro queria lutar com ele no Novo Mundo, então ele não poderia ser outra coisa senão um almirante. Koby foi levado às lágrimas pela fé inabalável de Luffy e foi provocado por Zoro por ainda ser um bebê chorão. Koby e Helmeppo partiram, repetindo seu desafio aos Chapéus de Palha para se encontrarem novamente no Novo Mundo.

Koby viu Luffy mais uma vez quando ele deixou Water 7 quando Garp atacou. Ele temia que o vice-almirante afundasse o Thousand Sunny e sua tripulação, mas ficou aliviado quando os chapéus de palha conseguiram escapar.

Saga da Guerra da Cúpula

Arco Marineford

Koby and Helmeppo at Marineford

Koby e Helmeppo na Marineford.

Koby e Helmeppo relataram a Marineford para participar na guerra contra os Piratas do Barba Branca, e eles estavam presentes para o discurso de Sengoku sobre o passado de Ace. Depois de ouvir que Ace era filho de Gol D. Roger, os dois chegaram a uma conclusão que Ace e Luffy não eram irmãos biológicos.

Assustado com a exibição de poder de ambos os lados e o derramamento de sangue que se seguiu quando os fuzileiros navais e as forças de Barba Branca entraram em choque, Koby e Helmeppo fugiram. Por acaso, eles se cruzaram com Akainu e, de seu esconderijo atrás de uma parede, testemunharam o Almirante brutalmente punindo outro fuzileiro naval por desertar. Mais tarde, eles ouviram a comunicação de Sengoku com Akainu através do Den Den Mushi do almirante, que revelou o plano do Almirante da Frota de ignorar o cronograma e executar Ace imediatamente. Foi então que eles notaram o navio de Luffy caindo do céu. Ao ver Luffy, Koby ficou totalmente surpreso. Quando Sengoku anunciou que Luffy é filho de Dragon, Koby ficou chocado que o almirante da frota decidiu revelar tal informação.

Luffy Defeats Koby at Marineford

Luffy derrota Koby com apenas um golpe.

Quando Luffy estava carregando para o estande de execução para resgatar Ace, Koby bloqueou seu caminho, determinado a lutar contra ele. Disse a si mesmo que, se se escondesse da situação, não seria capaz de melhorar. Sua resolução, no entanto, não foi suficiente como Koby não foi páreo para Luffy e foi derrotado com um único soco. Luffy seguiu em frente, deixando Koby inconsciente no meio do campo de batalha.

Eventualmente, Koby acordou, aflito com o fato de que a guerra ainda estava acontecendo apesar do fato de que Portgas D. Ace havia sido morto por Akainu. O trauma da batalha desencadeou seu próprio Haki, permitindo que ele sentisse involuntariamente toda presença humana próxima no campo de batalha (descrita por Koby como vozes dentro de sua cabeça). Ele foi reduzido a lágrimas enquanto ouvia as vozes dos combatentes desaparecendo uma a uma quando foram mortos. Quando a violência chegou a um pico de febre, Koby gritou a plenos pulmões, implorando a ambos os lados que parassem de jogar vidas para longe, para uma guerra que não tinha mais nenhum propósito.

Vamos parar isso já! Não mais lutando! Vamos acabar com isso! Isso é um desperdício de vidas! Cada um desses fuzileiros navais tem uma família esperando por eles em casa! Já completamos nosso objetivo! Perseguindo piratas que não têm vontade de lutar, desejando guerras que poderiam ser evitadas, abandonando fuzileiros navais que poderiam ser salvos se atendidos, e apenas acumulando mais sacrifícios em cima deles! Todo fuzileiro que cai daqui em diante... você não acha que eles parecerão idiotas completos?"
— Koby tenta parar a guerra.


Shanks Saves Koby From Akainu

Koby é salvo de Akainu por Shanks.

O choro do jovem marinheiro causou um momento de pausa na batalha e inadvertidamente salvou a vida de Luffy. Kizaru, que estava a segundos de destruir o submarino de Trafalgar Law, parou para olhar para Koby, que deu tempo para os Piratas do Coração submergir e fugir do campo de batalha com Luffy a bordo. Akainu, não impressionado, preparou-se para matar Koby por desperdiçar preciosos segundos da batalha. O jovem fuzileiro naval se preparou com medo para a morte, assegurando-se de que ele dizia o que tinha a dizer e que não se arrependia.

Sua vida foi salva pela súbita chegada de Shanks, que elogiou o jovem marinheiro por suas ações, explicando que seus poucos segundos de coragem mudaram drasticamente o futuro do mundo. Koby imediatamente caiu inconsciente após seu resgate oportuno de uma morte de outra forma.

Arco Pós-Guerra

Koby Being Treated After the Battle

Koby na enfermaria enquanto o Dr. Fishbonen está checando sobre ele, explicando que seu Haki despertou.

Koby foi visto em seguida no centro de cura da Sede da Marinha, cercado por outros soldados feridos e Helmeppo ao lado da cama. Ele ainda estava claramente traumatizado pelos acontecimentos, dizendo que havia sentido pressões humanas com muita força e que não conseguia se acalmar. O médico [Fishbonen]] disse a ele que o que ele estava sentindo era Haki.

O Doutor [Fishbonen]] informou a Koby que todos os fuzileiros navais que estavam em posição de vice-almirante e acima usam Haki e que Garp deveria ser capaz de ajudá-lo. Helmeppo estava com inveja de que Koby parecia ter avançado em habilidade, embora Koby afirmou não ter sabido sobre a capacidade em primeiro lugar.

Durante o Timeskip

Koby estava de alguma forma envolvido no Incidente de Rocky Port que Trafalgar Law foi o mentor.


Os eventos a seguir não são canônicos e portanto não são considerados parte canônica da história.


Saga Dressrosa

One Piece Film: Z

Depois que a Ilha Firs foi destruída por Z, Koby apareceu em um navio de guerra da Marinha junto com Helmeppo e Garp, que lhe revelaram a existência de Z. Mais tarde, após a destruição da Ilha Secon , Garp e Sengoku explicaram para ele e Helmeppo sobre o passado de Z.


Conclusão da seção não-canônica.


Saga Yonkou


Os eventos a seguir não são canônicos e portanto não são considerados parte canônica da história.


Arco Marinheiro Recruta

Koby estava com Garp em seu escritório quando este recebeu um telefonema do vice-almirante Prodi, que estava zangado com as novas ações de Grount em sua base na Ilha Fron. Após a chamada, Koby perguntou por que Grount queria ser transferido para uma área tão remota.


Conclusão da seção não-canônica.


Arco Reverie

Quando uma tripulação pirata disparou um torpedo no comboio de Dressrosa - Reino Prodence para o Reverie, Koby nadou até ele e redirecionou seu caminho antes de pular no convés e cumprimentar a realeza a bordo. Ele contatou Helmeppo, que derrotou os piratas, antes de falar com Kyros, que elogiou suas ações durante o Incidente de Rocky Port. Koby negou seu heroísmo antes que Rebecca viesse trazendo notícias de Luffy. Koby leu as notícias das façanhas de Luffy em Totto Land com prazer, e tentou mascarar sua admiração de Luffy para Rebecca, mas ela disse a ele que eles poderiam falar sobre isso em segredo.

Maiores Batalhas

  • Koby e Helmeppo vs. Bogard
  • Koby vs. Luffy (Water 7)
  • Koby vs. Luffy (Marineford)

Batalhas Filler

Diferenças Anime e Mangá

  • No anime, um relatório foi publicado em um jornal afirmando que Garp, Koby e Helmeppo haviam atravessado a Reverse Mountain para entrar na Grand Line. Este relatório foi mais tarde exposta antes de Koby por Luffy em um episódio posterior. Ao ouvir este relatório, Koby explicou a Luffy que o relatório era apenas uma reportagem de capa, a fim de esconder o segredo de como os fuzileiros navais são capazes de passar diretamente através do Calm Belt.
  • Apesar desta reescrita do erro inicial do anime, dois erros permanecem:
    • Koby e Helmeppo haviam passado algumas frases sobre a Reverse Mountain durante a adaptação de sua minissérie e comentaram como era assustador para eles.
    • Zoro também ficou surpreso com a presença de Koby na Grand Line, embora ele tenha visto o artigo junto com Luffy e os atuais membros da tripulação no jornal.
  • Também no mangá, Koby foi baleado no ombro esquerdo. No anime, foi deixado de fora.
  • Na versão mangá do Diário de Koby-Meppo, Koby foi visto segurando armas para evitar que marinheiros atirassem em Morgan enquanto ele estava mantendo Helmeppo como refém antes de Bogard cortar as armas em pedaços. Na versão anime, Koby não segurava armas e só persuadiu os fuzileiros a não atirarem em Morgan.

Mercadoria

Videogames

Aparições Jogáveis

Aparições de Suporte

Aparições Inimigas

Aparições Não Jogáveis

Trivia

  • Um fã uma vez perguntou por que Koby parecia tão diferente de sua primeira aparição. De acordo com Oda, Koby acabou de passar por um surto de crescimento e apertou seus músculos com disciplina (devido ao treinamento de Garp).
  • Na 5ª enquete de fãs, Koby ficou em 37º lugar.
  • Koby atualmente detém o recorde de promoção mais rápida conhecida através das fileiras, de Marinheiro Recruta a Capitão em apenas dois anos.

Navegação

MM Marinha MM
Antigos Marinheiros
Transporte
Habilidades
Artigos Relacionados
Usuários de Haki
Navegador
Piratas Alvida Jolly Roger Piratas Alvida Piratas Alvida Jolly Roger
Habilidades
Artigos Relacionados